InícioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Alexander G. Von Lennox

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Alexander G. Von Lennox

avatar


MensagemAssunto: Alexander G. Von Lennox   Dom 19 Dez 2010, 4:32 pm

-----------------------------
Dados do Jogador
-----------------------------


Nome: A.J.
Contato: aj_kokalre4@hotmail.com
Localização: Teresina, PI
Quanto tempo joga RPGs: Três anos


-----------------------------
Dados do Personagem
-----------------------------


Nome Completo: Alexander Gionne Von Lennox
Sangue: Mestiço (mãe bruxa e pai trouxa)
Data de Nascimento: 28 de fevereiro de 2002
Onde Nasceu: Vancouver, Canadá
Onde Mora Atualmente: Sófia, Bulgária

Casa: Othila
Profissão: Professor de Trato de Criaturas
Ano: Completo

-----------------------------
Dados Familiares
-----------------------------


Nome dos Pais: Alexia Valentine Gionne e Leon Scott Von Lennox
Outros Parentes: Javier Cornélius Von Lennox (tio trouxa, irmão de Leon), Verônica Ashford Gionne (avó bruxa, mãe de Alexia, ele sabe de sua existência, porém nunca a conheceu)
Situação Finaceira: Classe Média Alta

-----------------------------
Dados Físicos
-----------------------------


Definição do Corpo: 1,85m de altura, 78kg, vaidoso ao extremo, se esforça em manter a boa forma sendo dono de um corpo atlético, porém não demasiadamente musculoso, com ombros largos e pernas torneadas, tem a pele branca, pálida até, possui pequenas marcas de expressão na testa e tem pequenos semi-círculos escuros abaixo de seus olhos, usa uma barba curta e mal feita, tem o hábito de deixar as unhas de seus polegares bem maiores que o normal
Cabelo: Castanhos e lisos, o corte alterna entre raspado e curto jogado para o lado direito (geralmente) e, apesar de liso, seu cabelo é um pouco volumoso e mesmo sendo seco mantêm seu brilho
Olhos: Originalmente azuis, profundos, e em seu formato europeu têm a pupila em fenda, assumem um tom carmim quando ele utiliza de sua habilidade, tornando-se ilusoriamente maiores
Outras Características: Possui um tatuagem que percorre o lado esquerdo do seu peito, e passando pelo ombro, chega à suas costas, representando uma série de diversos felinos, além de ter um piercing na sua sobrancelha direita , duas marcas de presas no lado direito do seu pescoço e uma cicatriz em cada pulso, obtidas em um momento de insanidade
Photoplayer: Matt Loewen

-----------------------------
Dados Psicológicos
-----------------------------


Personalidade: Homem que pouco fala e que a tudo está atento. Um anti-social talvez? Sério, misterioso, enigmático, extremamente reservado, às vezes um dissimulado nato, assim é Alexander. E, diga-se de passagem, ele é possuidor de uma mente um tanto quanto perturbada. Ao longo dos anos adquiriu diversas manias, tais como perfeccionismo e, a mais marcante, o narcisismo. Sim, apesar de por vezes ele ter beirado a loucura e até já ter tentado suicídio, Alexander se idolatrava de uma forma espantosa. Definitivamente bipolar, pode mudar seu humor num piscar de olhos. Tornou-se um mestre na arte de “não expressar sentimentos”, além de ser pavio curto e repulsivo a críticas, uma combinação perigosa. Adorador de felinos, possuir seu caminhar suave e agilidade notória. Repugna lobisomens (segundo ele os lobisomens cheiram a cachorro molhado). No fundo, bem lá no fundo, por baixo de todas as máscaras e cadeados que usa para remendar sua alma destroçada, Alexander é apenas aquele pequeno e amedrontado garoto de quatro anos que viu sua mãe sendo assassinada na sua frente enquanto suas pernas tremiam tanto que o levaram ao chão. Sempre que acorda, sempre que se olha no espelho, sempre que a sede ameaça seu autocontrole, sempre que respira... vingança é a palavra que corre em suas veias.
Qualidade: Determinado, inteligente, atraente, tem boa memória
Defeitos: Frio, mau humorado, irritadiço, arrogante
Habilidade: Vampirismo (Telepatia/Ataque Psíquico)

-----------------------------
Inventário
-----------------------------


Varinha: Trinta centímetros, inflexível e resistente, feita de Cerejeira, tendo como núcleo cinco fios de cabelo de uma Veela sendo, assim como a maioria das varinhas com o mesmo tipo de núcleo, um tanto temperamental e incrivelmente leal à Alexander, possui a gravação da silhueta de uma Veela em sua lateral, esta varinha foi usada por quatro gerações de bruxas semi-veelas da família Gionne, antes de chegar às mãos de Alexander
Animal de Estimação: Amasso, chamado Leon (branco com listras negras na cauda e patas e de olhos amarelos, é registrado e têm sua licença oficial, fiel e aparentemente o único companheiro de Alexander)
Objeto Mágico: Nenhum

-----------------------------
Atributos
-----------------------------




Agilidade: 5
Destreza: 5
Força: 4
Inteligencia: 5
Mira: 4
Popularidade: 2

-----------------------------
Biografia
-----------------------------


E em um clássico “o feitiço virou contra o feiticeiro”, o seduzido tragou o sedutor. Como pôde aquele infinitamente belo ser, em sua magnitude mística, entregar-se aos desejos daquele homem? A Veela, com seus longos e prateados cabelos armados em leque, deixou-se dominar pelo prazer que o jovem bruxo a impôs. Ao final do ato, em rápido e firme movimento, Victor arrancou uma mecha do brilhante cabelo da Veela, resultando em um grito agudo e atordoante, não de dor, mas sim de fúria, de ofensa. Ainda nu ele saltou para longe da ave de bico afiado e grandes asas escamosas na qual se tornou a, alguns instantes atrás, bela Veela. Segurando firmemente o tufo de cabelo prateado e fugindo das esferas em chamas lançadas pela boca da horrenda criatura, Victor Gionne agora tinha um motivo para se vangloriar pelo resto de sua vida: ter feito sexo com uma verdadeira Veela, e ter sobrevivido à sua fúria. Como prova de seu grande feito, usando de madeira retirada de uma grande e vigorosa Cerejeira, ele mesmo fabricou uma varinha tendo como núcleo cinco fios de cabelo da Veela que ele possuíra no bosque durante aquela quente noite de luar intenso. Não muito tempo se passou até que Victor voltasse ao mesmo bosque com o insano intuito de reencontrar a amante ofendida. Talvez azar, quem sabe, sorte? Ele não só a encontrou, como também o fruto de sua obra: uma pequena menina humana, concebida pela Veela. Encontrou-se boquiaberto ao ver o pequenino ser em prantos aos pés da dançante criatura, que parecia não ter guardado rancor, pois permitiu que Victor apanhasse a criança e levasse-a embora do bosque. Aquela foi a ultima vez que ele viu esta ou qualquer outra Veela. Chamou sua filha de Rebecca e deu-lhe seu sobrenome, Gionne. Esta herdou a varinha feita com o cabelo de mãe. Cresceu exalando beleza, e casou-se um bruxo puro-sangue iniciando a linhagem de bruxas semi-veelas da família Gionne. Por mais três gerações, uma após a outra concebeu uma bela menina que tinha o poder de seduzir qualquer homem, e assim sendo a varinha de Rebecca foi passada adiante por Teresa, Verônica, até chegar à Alexia. Ah, jovem e inocente, Alexia. De longe mais bela que todas suas antepassadas, porém cometeu o que para sua mãe seria o pior dos erros, apaixonar-se por um trouxa. Conservadoras ao extremo, nenhuma de suas antepassadas permitiu que sua filha se casasse com alguém que não fosse puro-sangue. Mas esta falta imperdoável era para Alexia o único motivo para continuar respirando. Assim como Victor Gionne um dia seduzia uma Veela pura, agora Leon Von Lennox ganhara o coração de Alexia. Diante da imparcialidade de Verônica, os dois fugiram da Bulgária visando um lugar onde o amor entre os dois não fosse visto como um pecado. Vancouver, Canadá, foi onde se instalaram como uma família normal e onde nasceu Alexander. O bruxo que quebrou a cadeia de semi-veelas Gionne. Alexander cresceu ciente da existência do mundo mágico e aos quatros anos de idade viu sua mãe sendo assassinada por Ozwell Spencer, um Comensal da Morte, pelo fato de Alexia ter recusado-se a unir-se ao seu exército das sombras. Alexander foi poupado, mas a partir deste dia tornou-se uma criança extremamente abalada, prometendo vingança em futuro próximo. Aos onze anos de idade passou a morar com o pai e o tio em Londres, onde formou-se na Escola de Hogwarts. Depois disso ele conheceu a mulher que mudaria sua vida para sempre, Natassya DeLa Fleur, com quem noivou e casou. Na sua noite de núpcias, Alexander descobriu que sua amada era uma vampira, e esta o transformou em um ser igual a ela. Alexander foi mordido e estava a transformar-se em um deles, um vampiro. A insanidade bateu à sua porta e como uma besta desenfreada, Alexander partiu em busca de sangue, porém, fez de seu prato principal Leon Von Lennox, seu pai. Ao perceber que matara seu próprio pai, Alexander revoltou-se contra sua criadora, e acabou por matar Natassya. Totalmente fora de si, tentou tirar a própria vida, cortando os pulsos, mas foi salvo por seu tio, Javier. Mais um episódio trágico e Alexander entregou-se a bebida, levando mais de três anos para se recompor, agora com uma personalidade totalmente arrasada, passou a ser frio e calculista, ainda mantendo um velho objetivo, reencontrar Ozwell para enfim concretizar sua vingança. Passou a viajar pelo mundo, aprendendo sobre criaturas mágicas com um antigo colega de escola, Esteban Mazório. Levou algum tempo, porém, ao descobrir que Alexander era um vampiro, Esteban o renegou e cortou qualquer laço entre os dois. Alguns anos depois Alexander soube que Esteban morreu ao ser atacado por um Erumpente, em uma de suas pesquisas na África. Continuando sozinho sua busca por conhecimento e com o auxílio de suas habilidades vampirescas, foi capaz de ver Lobisomens, uma Acromântula, sobreviveu ao encontro de uma Mortalha-Viva, viu Centauros, e até adotou um pequeno Amasso. Alexander se redescobriu e chegou ao país natal de seus pais, a Bulgária onde, devido ter se tornado uma espécie de perito em Criaturas Mágicas, passou a ser professor da mesma matéria no Instituto Durmstrang. Agora ele vive em Sofia, tentando viver o normalmente, ou o mais perto disso, ainda escondendo o fato de ser um vampiro, aguardando o momento em que reencontrará Ozwell.

-----------------------------
Teste de Ação
-----------------------------


Para seu olfato, aquele cheiro era repugnante:
“Cheiro de cachorro molhado!”
A fera fixou o olhar nos olhos de Alexander enquanto rosnava em sua posição de ataque. Com a varinha na mão, Alexander deslizou o polegar sobre a gravação em sua lateral. Não era a primeira vez que ele encontrava um Lobisomen, mas aquele em especial tinha algo de diferente. Talvez estivesse babando mais do que os outros, ou talvez fosse simplesmente o fato de ele ter mais de dois metros. Alexander tinha acabado de voltar Papua, Nova-Guiné, onde conseguiu o feito de fugir de uma Mortalha-Viva. Para ele não era grande coisa: um vampiro sobreviver ao encontro de uma insignificante criatura das trevas, ele era Alexander Gionne Von Lennox, afinal. Javier deu-lhe uma bronca, pois mal tinha acabado uma de suas loucas expedições e já partira em busca de mais aventura. Isso não importava no momento, Alexander só queria provar mais uma vez que um vampiro, que ele era melhor que um Lobisomen:
- Es-tu-pe-fa-ça!
Uma pena, os reflexos do lobo foram mais rápidos, e ele estava a centímetros de Alexander ao desviar-se em um salto. Como resposta, o bruxo-vampiro saltou e rolou para o lado esquerdo, magistralmente livrando-se da investida da fera:
- Ric-tu-sem-pra!
O feitiço atingiu o Lobisomen que sentiu um soco desferido em seu abdômen peludo. Os danos causados, porém, não foram grandes. O monstro já levantava-se e preparava-se para outra feroz arrancada:
- Bom-bar-da!
O movimento suave na varinha disparou o feitiço que não acompanhou a velocidade do lobo.
- Estou vendo que eu vou ter que apelar!
Alexander ouviu o ar sendo cortado pelas garras a criatura, a centímetro de seu rosto, quando ele saltou para desviar-se. Ele agachou-se ainda ouvindo o rosnado do Lobisomen, e dando uma gargalhada tenebrosa expôs seus afiados caninos, voltando seu, agora vermelho, olhar para o monstro. Mantendo o contado visual, Alexander usou de telepatia para adentrar o interior da minúscula mente do oponente, descarregando sua força psiquicamente. O lobo deu um gemido agonizante ao ser arremessado para trás com o Ataque psíquico de Alexander. Este aproximou-se da criatura caída:
- Sec-tu-sem-pra!
As linhas vermelhas começaram a percorrer o peito peludo da criatura:
- Alexander! Pare!
Gritou um dos seus companheiros de pesquisa que chegara à clareira onde o combate aconteceu:
- Para! Você não pode matá-lo!
O bruxo agarrou o braço de Alexander, e este furioso, virou-se e colocou sua varinha embaixo do maxilar do companheiro, e mostrou-lhe suas presas:
- Ex-pe-lli-ar-mus!
Um segundo bruxo lançou o feitiço, porém Alexander saltou para trás em resposta. Ele então pôs a mão sobre o rosto e demonstrando certo desconforto voltou à sua forma normal. Olhou para cada um de seus, agora assustados, companheiros e depois mirou o lobisomen caído no chão também voltandando a sua forma humana. Ele ergueu a cabeça a caminhou para fora da clareira, ouvindo os pensamento de seus colegas:
“Eu sabia que era um erra trazer esse vampiro arrogante para nos auxiliar!” “Se não precisássemos de sua ajuda para encontrar aquela Acromântula, nunc permitiria que se unisse ao nosso grupo!”
Com um pequeno sorriso Alexander deslizou a mão por seus cabelos ao pensar:
“Tolos.”




Última edição por Alexander G. Von Lennox em Dom 19 Dez 2010, 11:21 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shadow

avatar


MensagemAssunto: Re: Alexander G. Von Lennox   Dom 19 Dez 2010, 7:15 pm

Caro Sr Lennox



- A Vaga de trato de criaturas que pretende ocupar, foi reservada por Victor Deneuxe Selim. Damos prioridade pelas fichas postadas primeiro. Contudo o senhor ainda tem uma chance de ocupar a vaga.

"Aguarde o período de 3 dias até o membro finalizar, caso ele não conclua, a vaga é sua"

Caso não deseje esperar, o senhor terá que escolher outra vaga.



Atenciosamente
Shadow! - You know you love me
X.O.X.O - Gossip Girl






Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Alexander G. Von Lennox
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Manual do Usuário :: Cemitério-
Ir para: