InícioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 ficha de inscrição,

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Anita Röthschild

avatar


MensagemAssunto: ficha de inscrição,   Ter 23 Nov 2010, 4:56 pm

dados do jogador

    nome: mariana guimarães.
    contato: mp-me.
    localização: são paulo.
    quanto tempo joga RPG? três semanas.



dados do personagem

    nome completo: anita.
    sangue: meio veela.
    data de nascimento: quatroze de fevereiro de dois mil e treze.
    onde nasceu: 6th street, austin. texas.
    onde mora atualmente: 6th street, austin. texas.
    casa: mannaz.
    profissão: estudante.
    ano: sexto ano.



dados familiares

    nome dos pais: emily evans smith&edward robert smith.
    outros parentes: jonathan, eric&robert; irmãos. catharine&gustav; avós maternos. diana&maximillian. avós paternos.
    situação finaceira: classe média alta. em nenhum momento sofreu por alguma necessidade. a menina sempre teve do bom e do melhor, de todo o luxo possível.



dados físicos

    definição do corpo: tem um metro e sessenta e quatro e pesa quarenta e seis quilos. tem curvas bem feitas porém não muitas. olhos médios, cílios grandes e sombrancelhas contornadas, nariz afiladinho e boca naturalmente rosada. pele branquinha e com algumas pintas no rosto.
    cabelo: castanho claro e comprido.
    olhos: olhos castanhos claros.
    outras características: um furo em cada orelha.
    photoplayer: behati prinsloo.



dados psicológicos

    personalidade:
    qualidade:
    defeitos:
    habilidade: noop.



inventário

    varinha:
    animal de estimação:
    objeto mágico: noop.



atributos

    agilidade:
    destreza:
    força:
    inteligencia:
    mira:
    popularidade:



biografia

    Recht, vocês querem saber sobre mim?


Ok, você olha pra mim, eu sou alta, magra e parece que eu sou glamourosa, vivo em algum lugar tipo Manhattan, em um arranha-céu, perto do Empire States que se aponta no meio da cidade como se fosse um enorme dedo indicador. Parece que eu sou uma filha única mimada que sempre teve o que quer, nunca arrotou na vida, quando sai do banheiro não tem nada fedendo lá e eu devo ter tipo uns trinta metros quadrados de espaço só pra mim, além de um lindo cartão prateado no bolso da minhas calças jeans – que devem ser de um corte magnífico e de uma marca com aqueles nomes estranhos que você nunca sabe da onde sairam.

    Ou.


Ok, você olha pra mim, eu sou uma nerd, baixinha que usa óculos, porém, atrás desse óculos tem uma garota legal. Nasci, morei e SEMPRE vivi em Cambridge, Massachusetts, EUA, em uma casa gigasntesca, porque meus pais loucos davam aula em Harvad. Sou a mais inteligente, no meu boletim só tem notas azuis e todos os professores me mimam mais que os meus próprios pais. Se for pra você me achar em algum lugar eu estarei na biblioteca, óbvio. Bom, no meu quarto você vai achar milhares e milhares de livros, e claro uma bagunça. Ah, sem esquecer eu sou a coitadinha de toda a história, sou a mais boba, mais influenciável e claro a mais "urgh".

    Ou.[/ist]

    Ok, você olha pra mim, eu sou uma ruiva, bonita e gostosona. Sou adotada e sofro nas mãos dos meus supostos pais. Sou corajosa, já enfrentei uma cobra de duas cabeças, já briguei com uma menina de dois metros de altura e já chinguei a professora de adivinhação. Sou rodeada de amigos, a mais popular, a mais tudo! Eu sou tipo perfeita, nenhum defeito, e claro eu sou uma ansuziana. Tenho um irmão insuportável e vivo chorando pelos quantos, porque ele me inferniza, sou uma trouxa sofrida, então talvez eu não seja tão perfeita assim.

      E... lamento desapontá-los: não sou assim . Bom, acho que depois de todas essas garotas problemáticas que vocês deduram que eu fosse, eu posso-lhes contar definitivamente quem sou.


    Ok, você olha pra mim, eu sou animada, divertida e tenho o sorriso mais lindo de durmstrang. Sou mannaziana,


    Eis os fatos:
    • Sou uma bruxa, meio veela, não que eu goste muito, preferia ser sangue pura, mas sabe como é, até estou feliz de ser uma meia veela nos dias atuais.
    • Nasci de em 6th street, austin. texas. – em quartorze de fevereiro de dois mil e treze, numa quinta feira, às 06:17, numa manhã de outono e tudo mais. Por isso, caso eu escreva um livro, ele vai se chamar "lembranças outonais".

    • Estudo no instituo durmstrang há exatos 6 anos, 10 meses, 15 dias, 12 horas e 20 minutos.

    • Tenho vontade de escrever um livro autobiográfico, o que é aceitável hoje em dia, mas não aconselhável. Bruxas não são bem vistas, mas ainda tem mais sorte que mestiços.

      • Isto aqui é uma gravação.


    De modo que aqui estou eu. Botas de zíper, jeans surrados, jaquetas de couro e uma perfeita idiota sentada em uma árvore. Eu pensei o quanto devia estar sendo linda aquela cena. Isso não podia estar mais certo, bem como achei que ia mesmo.
    Eu juro que não estava zangada ou triste, ou alguma coisa assim. Sentava na minha árvore por simples amor a ela, nela tive ótimas - (ótimas mesmo!) - experiências, e não porque tudo aquilo estava tão pateticamente fora de órbita que eu precisei me agarrar a alguma coisa que se encaixasse naquilo tudo.

    Alguns outros fatos:

      • Só para esclarecer: não gosto de me apaixonar. Não mesmo. É o tipo de coisa que não me acontece com frequencia, pra não dizer que não acontece nunca. Mas o fato é que eu realmente estou gostando do meu melhor amigo e isso não podia ser pior.


    • Meu melhor amigo por acaso é { --- }, um bruxo que por acaso também é um apaixonado. Infelizmente o alvo de sua conquista não sou eu.
    • E sim, antes de mais nada, { --- } é uma vadia desgraçada.

      É isso. Nada podia estar mais certo. E sabe que eu não sei como tudo chegou a esse ponto. Quer dizer, é completamente normal você de vez em quanto sentir vontade de beijar seu amigo, mas daí estar apaixonada por ele? Isso nunca me passou e nem passa pela minha cabeça.
      Só que ver as coisas que ele manda pra { --- } e como ela simplesmente o chuta como se fosse uma latinha de pepsi vazia me irrita profundamente, a ponto de eu querer socá-la até ficar roxa e chutar ele também, bem no seu ponto fraco, pra ver se deixa de ser imbecil e cresce. Nunca que uma Caçadora petulante e com tendencias homossexuais como ela olharia para um garoto como Dave. Não que ele seja feio ou repulsivo, não me interpretem mal, é só que ele não consegue ver que é bom demais para Éris, se é que me entendem.
      Mas isso não vem ao caso. Digo, eu posso tentar socá-la outro dia, o que me deixaria realmente, realmente aliviada, meu problema agora é outro. Eu não estava só sentada em minha árvore, eu estavasentada em minha árvore, altas horas da madrugada, porque eu não conseguia relaxar de outra forma que não assim.


    Vamos aos motivos:
    - Sou uma bruxa, como já deve ter deduzido, mas não do tipo que se veste com roupas horríveis de velhaxa e saí por aí jogando alguma poção mágica em humanos para que eles fiquem doidãos. Como disse, não sou muito de me apaixonar.
    Sou uma meia veela e, olha, as principais características de uma meia veela é que elas atraem os meninos e custuman ser louras, porém eu sou uma morena gata. Daí o porquê de eu ser completamente diferente das pessoas que eu conheço. Qual é? Essas pessoas sõa praticamente iguais, roupas iguais, países iguais, é tudo igual!
    - Quando nessa tarde Dave me convenceu de ajudá-lo a dar um presente pra Éris, primeiro eu quis me bater. Me bater bem forte por aceitar. Depois eu quis voltar atrás e fazê-lo engolir o bolo todo antes que pudesse dizer: chocolate. Por fim, eu acabei desistindo de tentar desistir e fui ao chalé de Artemis cumprir com minha palavra.


Voltar ao Topo Ir em baixo
 
ficha de inscrição,
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Manual do Usuário :: Cemitério-
Ir para: